terça-feira, 26 de abril de 2011

A Arte de Ser uma Mamãe Blogueira

Em 2007 quando descobri que estava grávida, precisei de conselhos, respostas, conversas, ajudas. Como estava sem família por perto, resolvi me jogar no mundo virtual. Comecei no forúm do e-family, fiz amizades e fui acolhida pelas futura mamães com o mesmo tempo de gestação que o meu.

Resolvi então fazer uma espécie de diário virtual, para guardar momentos e pensamentos únicos da minha primeira gestação. Tudo oque eu sentia, todas aquelas sensações que mudavam a todo segundo, eu registrava no blog. Fui ganhando seguidoras e amigas de verdade e isso cresceu de uma forma mágica.

Meu primeiro blog é mamaejuju.blogspot.com porém, resolvi fechar pois havia muitas informações de Clara, da minha família, muitas e muitas fotos nossas, então fechei para guardar de recordação e abri esse Casa da Ju.

3 anos de blog, 3 anos registrando minhas dúvidas, minhas ideias, compartilhando informações, trocando ajudas... Eu fiz um grupo grande de amigas! Sei que qualquer coisa eu posso contar com todas aqui e isso não tem preço!

Fazer parte do grupo de mamães blogueiras é saber que posso ajudar e que posso ser ajudada por mulheres que sentem o mesmo que eu, que passam pelo mesmo que eu ou que dão uma nova perspectiva e um ponto de vista diferente por viverem situações diferentes. E isso é maravilhoso!

Cólicas do bebê, amamentação, primeiras comidinhas, roupinhas, andadores, brinquedos, móveis pro bebê, fraldas, chupetas, mamadeiras, dentição...ter um filho é ganhar um mundo de escolhas e opiniões, que nos consome e por vezes nos confunde. E ter alguém, aliás, ter muitas pessoas com as mão dadas prontas para ajudar sem cobrar nem um sorriso nosso, nos deixa mais confiante que as mulheres tem um poder de acolher o mundo como se fosse seu próprio filho.

Ás vezes eu cito algumas mamães e seus acontecimentos, como se fossem vizinhas minhas, amigas de longa data.

Eu amo esse cantinho, eu adoro quando corro pra cá quando tenho uma dúvida ou quero uma opinião de vocês ou quando alguém precisa da minha.
Oque mais acho incrível nas mães blogueiras é a preocupação com o bem estar não só dos filhos, mas de todos, pois o respeito, os bons ensinamentos, os bons exemplos são transcritos para os posts e você percebe em cada comentário, ou uma mudança nas atitudes para melhor ou o mesmo raciocínio de opiniões. 

Quando um filho de uma de nós adoece, todas se compadecem e torcem de verdade pela melhora dele e queremos sempre acompanhar de perto. Quando tem blogagem coletiva, apesar dos mil pontos de vistas, todas conseguem falar a mesma linguagem.

Mãe dona de casa ou mãe que trabalha, somos todas mães excelentes aos olhos de nossos filhos. Podemos perceber que a intelectualidade não está no diploma nem em viagens pelo mundo, mas na capacidade de educar, de amar, de respeitar e de querer ser cada vez mais um ser humano mais humano. As mães que não trabalham não perdem em nada para as mães que ficam em casa ou que nem mesmo tem o segundo grau, elas conseguem falar das mesmas coisas e ainda trocam suas ideias diferentes.

É uma arte ser mãe blogueira!  Conseguimos fazer de um post, a nossa pintura sobre um ponto de vista único; um assunto com mil posts de mil mães diferentes, mil opiniõe, mas cada uma com sua verdade que no fim, tornam a arte de uma mesma linguagem.

Eu só tenho a aplaudir tantas mães fantásticas que conheço através deste nosso mundo blogueiro.


Viva nós, blogueiras!!!!!

=)

18 comentários:

Mãe Mochileira, Filho Malinha.. disse...

Oi Juuu..ah que bela homenagem a todas nos!! Tb amo blogar..tb comecei a blogar em outro cantinho..o Enzo era novinho e n tinha ngm para compartilhar minhas duvidas,experiencias,etc..e ai me viciei e nunca mais parei...
Sem duvida o melhor dos blogs é saber que vc não é a unica,que vc pode contar com a ajuda,consleho,dica de uma mãe como vc, tão perto e tão longe ao mesmo tempo...se deixasse eu passava o dia inteiro lendo e comentando nos blogs que vejo por ai...
Beijos e uma otima semana!!Já está mais animadinha???rsrs..espero que sim!!Ah,o sobrenome que falei é Amaral..hum,quem sabe somos parentes??hehehe..
beijão!!
;-)

Chris Ferreira disse...

Oi Ju,
adorei o post.
Realmente é maravilhoso esse universo. Muita ajuda, muito apoio.
Eu também criei o meu blog para ser um diário virtual. Não sabia desse universo que ia encontrar por aqui e amei. Também sinto que algumas amigas virtuais são minhas vizinhas.
E adoro quando encontro pessoalmente com algumas.
Realmente é mágido.
Beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Carla Mãe da Maria Clara disse...

Oieee!
Estou há pouco tempo no mundo das blogueiras, mas não consigo ficar um dia sem ver as experiências das mamães dos outros blogs e postar minhas dúvidas e conquistas aqui neste imenso mundo da maternidade.
A gente exibe nosso dia a dia e é muito bom ter o carinho de novas amigas daqui. Por isso já te sigo. Visite meu blog lá: www.arteclara.blogspot.com
Beijinhos!

Danny disse...

Amei o post, eu também amo ser mãe blogueira, é uma troca de experiência e uma identificação muito grande com pessoas que vc nunca viu mas que aprendeu a gostar e compartilhar esses momentos maravilhosos de ser mãe.
Bjs!

Vanessa Azevedo disse...

tbem sou mae blogueira, adoreiiiiiiii seu blog
já estou seguindo
beijinhos

Mãe de Duas disse...

Oi Ju,
muito legal seu texto porque é isso mesmo. Precisei de muitos meses blogando pra perceber que tinha muitas outras mães fazendo o mesmo e a troca é imensa. E todos são unânimes: a blogosfera materna é a mais respeitosa de todas! Viva nós!
Beijos
Priscilla

Mamãe do Matheus disse...

Oi Júuuu!!
Lindo demais esse post amiga!
É verdade atraves de nossos posts pintamos do nosso jeito a vida mais colorida!
Atraves do blog também fiz muitas amizades e em diversas situações que passei na vida mesmo sem as amigas blogueiras saber,de uma maneira muito especial me ajudaram.
Saudades de vcs!
Venham nos visitar no blog quando puderem!
Tem posts novos!
beijoooossss
Danny e Matheus

O lord da diva disse...

É verdade Ju!!!adoro esse mundo, como diz meu marido a Rubia tem duvida vai pro blog hahaha sem familia por perto isso ajuda muiiiito :D
beijocas nossas

Miguel...Presente de Deus disse...

Ju você tem toda razão, eu também amo meu blog,as amigas que fiz por aqui parece que conheço pessoalmente,sinto um carinho muito grande por cada uma e por suas crianças,tenho cada um como sobrinhos virtuais.

Bjoka em vc e na Clarinha

Um espaço pra chamar de meu disse...

Muito legal seu post...é tudo verdade...Tbém cito as amigas virtuais em conversas,mas sempre falo "uma amiga",nem digo q é da internet,pois algumas pessoas ainda torcem o nariz,acham q ñ pode existir amizade assim.Antigamente havia amizades pelo Correio,eu mesma tenho uma até hj...
Comecei meu blog para participar das blogagens coletivas, não coloco informaçoes pessoais e nem fotos nossas,meu marido não gosta...
Adorei seu blog...Grande Bj!!!

Micheli disse...

Oi, Ju!
Amei seu post!
Realmente o blog nos proporciona tudo isso: amizade, companheirismo, troca de informações... é muito bom mesmo.
Obrigada pela homenagem... e por ser uma blogueira que considero, sim, minha amiga!
beijos.

Juliana Dalzoto disse...

Inspiradérrima, hein, Juju???
Nossa, eu adorei esse seu post! É muito verdadeiro e real! Fiquei com vontade de conhecer seu primeiro blog, devia ser muito especial tb!

E a Páscoa, foi boa?
Fez sucesso a brincadeira de procurar os ovinhos? Quero ler o outro post para saber como foi ;)

Beijão
Ju

Juliana disse...

Parabéns pelos 3 anos de Blog, querida!!!
Seu blog é realmente maravilhoso e faz muito diferença na minha vida, pode acreditar!!!
Bjos!
Juliana Almeida
www.blogdabebel.com.br

rainha disse...

juuuuu!!!!!
lembro a nossa primeira conversa!
quanto tempo ne?

saudade do blog de gravida, saudade falar do joao...
saudade de tudo!
bjooo

Giovanna Cresceu!!! disse...

Viva! Viva! Viva! Parabéns pelo blog! Eu adoro seus textos e tb tenho orgulho em ser uma blogueira. Tenho blog desde antes de casar. Acho que o primeiro foi em 2003. O primeiro foi sobre os preparativos, depois sobre mim apenas e desde que engravidei só falo da Gi e das aventuras e desventuras da vida materna.
Bjão.

Stephan, Bruna, Alicia, Simon disse...

Meu nome e blogueira ausente KKKKKKKKKKKKKK, VOLTA E SOMIR. Tenho vivido o tempo integral para os meus filhotes todos os dias e uma alegria uma descoberta. bjs

Bia disse...

Viva "nóis" então.. rsrs! Eu de vez em quando tenho uns 5 minutos e deleto, aí acabo sempre voltando, não tem jeito.. virou vício. ;)

Beijoo

Lu disse...

Ju
Essa estrada é longa e é pra sempre, né?
Ser mãe é precisar de ajuda, é buscar apoio, é tentar, é escolher, abdicar, doar, trocar.
Por isso, essa troca de vivência é sempre boa, ainda mais pra nós que estamos um pouco afastadas gegraficamente de pessoas que amamos, né?
Saudade de ti, te abandonei essa semana, né?
Bjs