sexta-feira, 25 de março de 2011

Brincando de Verdade

*Obrigada pelos comentários!!!!! Fiquei sem internet até agora, depois agradeço a todas!!***

Hoje em dia os jogos, os brinquedos e as brincadeiras estão ficando um pouco ausentes das nossas crianças. A gente escuta muito: “no meu tempo eu brincava de verdade, subia em árvore, tomava banho de rio, corria na areia, jogava bola na rua, pulava elástico na escola...”
Se essas brincadeiras ainda existem, oque mudou ? Porque não vemos mais com freqüência essa diversão tão leve e gostosa de brincar?
Os apartamentos tomaram conta dos quintais com árvores, os rios poluídos e o perigo de pessoas mal intencionadas aumentou, a areia é suja e também não existe mais nas casas, bola na rua nem sonhando porque o perigo está em toda esquina e o elástico...nem mais no cabelo, já que os cabelos lisíssimos e escovados tomaram conta das meninas que guardam em segredo suas bonecas.
Os valores mudaram, nós mudamos.
O brinquedo mais comum hoje em dia é o celular. Sim...!!! Quando trocamos por um novo, o velho fica onde??? Nas mãos do filhote, e enfim dizemos: “pronto, agora não mexe mais no meu!!!!”
Gente, celular é celular, é necessidade e não brinquedo! Oque um celular pode proporcionar para uma criança, além da sujeira e radiação que ele carrega??? Nada. Os de brinquedo ainda possuem musiquinhas, figuras fofas e cores chmativas, mas os de verdade são apenas pra telefonar – ler email, calcular, conversar, tirar foto...
“Ah mas meu filho não gosta de brincar!!”e até as vezes nos cabamos porque eles são mais adultos que outros da idade... Gente!! A inocência e a infância são as coisas mais lindas e marcantes da vida! Ajude o seu filho a resgatar a infância e instigue ao lúdico e o imaginário! Me arrasa quando escuto um adulto dizer: “meu filho de 6 anos não gosta de músicas bobas infantis, adora a Britney Spears e Beoncé e detesta desenhos ‘infantis’” E agora??? Como ficarão nossos netos????
Sabe que o problema somos nós? Sim, você mesma. O estímulo e oque nós estamos oferecendo aos nossos filhotes. Isso não é papel da escola viu? Se em casa a criança tem um quarto recheado de brinquedos, mas é estimulado a ver sempre TV, mexer no computador, celular e nunca sentou no chão para sentir como é bom brincar, como podemos exigir que eles gostem de brincar de motar?
Vamos fazer um teste? Passe tarde com seu filho. “ah mas eu á passo o dia com ele!”Não, mas é o lado dele, abrindo as portas da imaginação e apresentando a ele o novo mundo mágico dos brinquedos. Sente com ele no chão, espalhe os brinquedos, puxe bonecos pra vocês, imaginem; brinquem. Deixe que aquela boneca tão linda e intacta seja descabelada, deixe que aquele brinquedo lindo e caro vá pro chão e seu filho faça oque deve ser feito: brincar!!! O brincar pra você não é o mesmo pra ele. Pra ele, brincar, é descobrir, imaginar, criar, portanto, uma boneca linda e penteada, pode ficar no fim da brincadeira, toda suja e descabelada, mas sua filha a terá como melhor amiga pois passaram ótimos momeneto juntas descobrindo o mundo.
Se liberte do arrumado, do intacto, não tenha medo de ver o quarto de cabeça pra baixo, no fim do dia, peça ao filhote para arrumar, organizar pois no outro dia brincarão novamente e os dois ficarão satisfeitos.

Experimente cantar em rodas, amarelinhas, elástico, bola, bambolê, pipa, pula-cordas, brincar de massinha, mesmo que suje demais, cantar, dançar, enfim, voltar a ser criança, com sua criança.
Próximo post mais sobre isso!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Fui!!!

11 comentários:

Lu disse...

É verdade Ju, as coisas mudaram muito. Mas quem fala que a criança não gosta dessas coisas e ponto final é pq esquece de "incentivar". Afinal, se a criança nunca tomou um banho de chuva, só passeia no shopping, como vai gostar de subir em arvore?
Na escola da Mari vejo como as crianças só possuem esse encorajamento de conhecer coisas novas(que pra nós são velhas)por meio das professoaras. Lá tem o clube da fruta, e acredita que antes disso só a Mari levava fruta pra escola? Acho que os pais poderiam ajudar um pouquinho mais, né? O que será que as outras crianças levavam, fast food?
Eu não tenho mangueira mas tomo banho de chuveiro perto da piscina com as crianças, as levo nas feiras agropecuarias, nos parques, aposto corrida, enfim, volto tb a ser criança.
Acho que esse é nosso papel!
Bjs

Misturação - Ana Karla disse...

Oi Ju!
As crianças precisam conhecer como era bom o tempo de "brincadeiras de roda".
De vez em quando, coloco uma daquelas brincadeiras no meio dessa modernidade.
Meus meninos adoram.kkk
Xeros

Micheli disse...

Oi, Ju!
Ótimo post! É isso aí, as crianças tem de brincar mais!
Aqui brincamos muito e fazemos muita sujeira com cola, tintas, massinha... Tudo de bom! Brincamos de boneca a quebra-cabeças e tudo o mais... De esconde-esconde a chefinho mandou... E é ótimo! Eu adoro tanto quanto ela.
Sim, libero dois desenhos por dia, mas ela mesma já sabe que a TV tem hora para acabar e a brincadeira não - ou melhor, na hora de dormir, comer, sim. rs.
Passei uns dias na casa de uns parentes e eles se incomodavam com a pequena querendo brincar e até andar de um lado para o outro... Queriam que ela passasse o dia INTEIRO vendo TV... Que nervoso que me dava! Gente, infância não é isso!
Beijos.

Juliana Dalzoto disse...

Oi Jujuba!!!!
Voltou com tudo hein? Adorei esse post! Fiquei até feliz por morar numa cidade do interior (só por isso, porque tem cada uma por aqui!!!!!) pois moramos numa casa, muito segura, com pátio grande e o Lucas tem a oportundiade de brincar, correr, subir e descer morro, brincar no parquinho, com a cachorrada, aquela coisa toda...

Vejo mesmo muitas crianças como vc falou, até estimuladas a ter atitudes mais adultas, mas pô!, são crianças!!!! E tudo é uma questão de como os pais educam e olham para seus filhos!

Mesmo tendo muito descontrole atualmente, vejo que a maioria das mamães ligadas assim como nós, fazem o contrário e estimulam corretamente seus filhotes a brincarem de verdade. Já não somos tão minoria quando pensamos, vc não acha?

E incentivando nossos filhos, mudaremos um pouco essa perspectiva atual! Por isso, seu post é uma maravilha, faz pensar, refletir e mudar de atitude!!! Já!

Miml beijos e um ótimo final de semana para vcs!
Beijos na Clarinha!

Ju

Sílvia Renata disse...

Oi Ju
Vc tem toda razão querida... eu fui criada ate os 7 anos em uma chacara então tive uma infancia maravilhosa, corri, brinquei, subi em arvores, cai delas, quebrei braço, tenho vaaaarios arranhados e cada um com uma boa historia rsrs hj vejo um vizinho meu de pouco mais de 6 anos que vive enjaulado, é, pq assim que ele fica, com as duas maozinhas segurando as grades do portão vendo a vida passar na rua movimentada...
Um abração querida...

Amanda disse...

Isso mesmo, temos q resgatar antigas brincadeiras, senão teremos um bando de obesos... Meu baby tem só 4 meses, mas já brinco com mordedores, pianinhos, no banho e pretendo soltar pipa, brincar de correr, pular corda...etcc...olha meu blog, recém fiz...

Marta Benicá disse...

Com certeza tudo mudou muito. As crianças vivem no video game. Aqui em casa sempre faço um programa diferente e meu filho de 11 anos tem que participar, ele adora saber o que fazíamos quando criança. Um grande abraço e bom fim de semana.

Mamãe do Matheus disse...

Oi Jú!!
Muito bom esse post amiga.
Adoro falar sobre brincar...rs*
O problema é que hoje com essa vida corrida e também por falta de vontade,observo isso com as crianças coleguinhas do Matheus,que os pais não incentivam.Eles tem pensado tanto neles mesmo que acabam esquecendo que criança necessita brincar e não ter atitudes de adulto,para que seja comportada sabe?!
Hoje mesmo,louca que eu tava para ficar na cama,acordei as 7 e pouca,lavei a louça,sentei assisti desenho com o Matheus e depois sentamos lá no chão do quarto dele e brincamos de radiator springs com seus carrinhos.
Aqui estou sempre inventando algo diferente pra gente fazer.
Embora agora tenha bem menos tempo,pelo menos nos finais de semana,jogamos jogos de tabuleiro...brincamos de bonecos,carrinhos...é tão legal isso.
A minha mãe diz que vou ser uma eterna criança.Porque sempre gostei muito de brincar.
Brinquei de bonecas até os 14 anos e meio.E te digo:
-Não me arrependi!
Enquanto minhas colegas já beijavam na boca,eu andava de pendurada com uma boneca e uma malinha de bebê pra cima e para baixo.
#AMOMUITOTUDOISSO!
beijão!
Danny e Matheus

Giovanna Cresceu!!! disse...

Que texto!!! Adorei! Dá vontade de mandar pra algumas mães...rs
Gi mora em apartamento, mas por sorte temos uma pracinha bem em frente de casa. No final da tarde é nosso point...rs.
E minha casa é uma zona, justamente pq deixo ela explorar. Pega potes e faz casinhas pras bonecas, adora pintar com guache e fazer colagens.
Acho um absurdo dar celular pra criança brincar. E acredita que já tem criança de 7/8 anos que ganha celular dos pais??? Pra que????
Bjs.

Mamãe, Bebê & Cia disse...

Oie, td bem? Gostei do seu blog, estou seguindo... se puder, entre no meu.

Estou estreiando e adoraria te ver por lá!

Boa semana.

Chris Ferreira disse...

Oi JU,
eu brinco muito com as minhas filhas. Sempre brinquei.
Com brincadeiras e brinquedos de criança mesmo.
Agora mesmo tem 2 amigas aqui em casa e na amior correria, na maior bagunça. Seria mais cômodo colocar todas para verem TV, jogar no computador ou jogar Nitendo. Mas eu deixo rolar o pique.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/