sábado, 12 de fevereiro de 2011

Um Pulinho em Natal..+ou-

Pois, pois...Fomos eu e Clarinha pra Natal passar uns dias de férias, rever família... - nem todo mundo.

Fui com uma saudade tão imensa na mala que achei que daria excesso de bagagem, mas voltei pior. Não vi todo mundo que queria ver ... algumas amigas e alguns familiares.

Voltei com um aperto no coração sabe... Já como aqui é meu cantinho, escrevo oque quiser né? E hoje é um post meio melancólico com algumas lágrimas.
Não vou entrar em detalhes porque o blog é ainda aberto, mas ainda nao entendo a cabeça das pessoas. Oque leva às pessoas a simplesmente ignorarem que você existe??? Oque foi que eu fiz pra vocês????????? Alguns não atenderam telefone, outros nem se manifestaram...e uma pessoa me evitou completamente.
Quem lê isso até pensa que eu devo ter feito algo horrível, que devo ser briguenta e tal... Mas juro por Deus que não sei oque está acontecendo com minha família, aliá, parte dela. Me dá uma tristeza grande...viajo 7 horas de aviao pra rever gente que fez parte da minha vida pra voltar tão triste??? Não, não... agora chega.
Tem hora pra tudo. E minha hora de ser a bocó correndo atrás das pessoas acabou-se. Passei momentos muito bons com pessoas que fizeram valer a pena as horas de viagem, mas sempre fica um vazio doído.

Não devee ter pé nem cabeça esse post, mas é o que tá vindo nesse juízo aperreado agora...

As coisas cedo ou tarde vem a tona e as pessoas que inventam histórias e mentiras nojentas sempre caem; cedo ou tarde.
Vou seguir com minha vida qeu graças a Deus, Ele só tem me presenteado com tantas coisas boas acontecendo e segurando minha mão quando preciso.  E tenho certeza que isso só acontece porque nao faço mal a ninguém, não faço fofoca nem invento mentira nem fico falando da vida de ninguém.

ufa... Ai gente...prometo que amanhã vou voltr com um post bem lindo com muitas novidades da minha pequena, que anda aprendendo até inglês comigo!rsrs

Beijos...vou deitar um pouco.

9 comentários:

Micheli disse...

Oi, amiga!
Eu te entendo bem. Fui passar o fim de ano na cidade que nasci, onde poderia encontrar familiares todos e amigos... Mas nem todos fizeram questão de nos ver! Dói muito, sim. Ainda mais pessoas muito próximas.
Fazer o quê... Tocar a vida e curtir nossa nova família, né?
Beijos e fica bem.

Juliana disse...

Ai Ju, infelizmente eu te entendo perfeitamente.
Tem pessoas que a gente ama taaannnttooo, e tá nem aí tchuns pra gente, né?
Eu sofro isso na pele com uma pessoa que amo desde que sempre, que foi minha companheira de infância, que ainda considero minha melhor amiga, mas que, infelizmente, desde que Bebel nasceu (e meu foco mudou), não me dá mais nenhuma importância!)
É a vida! Fazer o que,né?
Bjos!
Juliana Almeida
www.blogdabebel.com.br

Giovanna Cresceu!!! disse...

Ô querida, que bom te ver de volta! Imagino como vc está com toda esse pouco caso. Isso só mostra que vc é uma pessoa linda e com sentimentos. Sei que é chato perceber isso, mas os que importam de verdade e te amam de verdade sempre terão prazer em estar com vc. E é com esses que vc deve se importar, né?
Beijão.

Bella Melo disse...

Ah! Ju, não liga para estas pessoas que não merecem tuas lágrimas, pensa assim: enquanto alguns te evitaram, existem muito mais pelo Brasil que queriam te ter como vizinha - eu, por exemplo.
Hahahaha
Beijinhos

Bia disse...

Ê lelê! Sumiu mesmo hein? rsrs.. Agora vê se volta de vez, ficamos com saudade! =)

E posta bastante novidades dessa Clareca sapeca!

Beijooo

Marcella Amaral disse...

Oi Jú... pois é, vi como vc saiu tristinha daqui! Pena que eu não pude passar mais tempo com vcs... mas saiba que AINDA tem muito gente que te adora aqui em Natal, viu? Não ligue para as pessoas que não te ligam... saiba que elas não merecem a sua atenção! Siga em frente e foque nas coias boas que estão acontecendo em sua vida... isso é que importa! Fique com Deus linda! Bjus

Mãe disse...

Tudo muda o tempo todo.
Os caminhos seguidos por amigos e parentes que foram próximos um dia, por vezes os distanciam de nós. E porque não estamos convivendo, muitas vezes não sabemos identificar as reais razões do afastamento.
Não fique triste nem decepcionada. Guarde seus melhores sentimentos para eles.
A vida nem sempre é clara.

Misturação - Ana Karla disse...

Ô Ju, é bom desabafar, colocar pra fora.
Mas acontece sempre essas coisas. De onde menos se espera, vem atitudes como essa.
Não deixa que essas pessoas te deixem pra baixo, ainda mais quando se tem uma consciência tranquila.
Então, chora aí bastante pra que saia tudo e fique com as boas lembranças de Natal.
Você é mais.
Bom domingo
Xeros

Val disse...

oi Ju

Eu entendo bem o que tá acontecendo contigo.. Quando voltei ao Brasil ano passado, pessoas que eu fazia questão de ver nem se quer retornavam ligação... E pessoas que eu nem esperava me procuravam! As vezes o nosso amor fica focado em quem não merece. E é bom cair na realidade pra tentar ajustar, né?

Um beijo e fica bem!