quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Crianças Indigo - Parte II

*** Post Programado; Estarei fora do ar por uns 2 ou 3 dias, o motivo é ótimo, só que falo depois. Beijuuuuuuuuuuu

Como sou curiosa e gosto de me envolver com novos assuntos, principalmente se está relacionado com crianças, transformações do mundo, novas idéias, fui atrás de artigos e livros para ler a respeito das Crianças Indigo, Crianças Azuis ou Crianças Estrela.

Existem pesquisadores e estudiosos que se dedicaram a esse novo tipo de geração. Vou citar alguns deles e seus trabalhos, e deixar um site muito legal que encontrei e que fala sobre o assunto: http://www.flordavida.com.br/HTML/indigo.html


Oque eu pude entender é que a partir da década de 80, uma nova geração de crianças estava se formando, especialmente por causa do comportamento diferente. Essas crianças são muito intensas e possuem o lado direito do cérebro mais desenvolvido; "Isso quer dizer que elas vão além do plano intelectual, sendo que no plano comportamental está o foco do seu brilho."

Serão pessoas com sentimentos aflorados e com um instinto em ajudar, em melhorar o mundo e por serem muito complexas, muitas encontram dificuldades em seguir regras, em ouvir e não ser ouvido nem respondido. São muito questionadores; não aceitam respostas sem lógica e sem explicações, onde a escola pode muitas vezes ser o local de mais conflito, se o ensino encontrado for de apenas transmissão de conhecimentos, esquecendo o estímulo à criatividade, à leitura e à tecnologia; e  aí está um dos grandes diferenciais; eles não se bitolam nem aceitam qualuer coisa. Eles vieram pra trazer novos caminhos, novas tecnologias pra aperfeiçoar o mundo, portanto elas é que serão os influenciadores.

De acordo com um livro
"Existem vários tipos de Índigos, mas na lista a seguir nós podemos dar alguns dos padrões de comportamento mais comuns:



• Elas vêm ao mundo com um sentimento de realeza e freqüentemente agem desta forma.

• Elas têm um sentimento de "desejar estar aqui" e ficam surpresas quando os outros não compartilham isso.

• Auto-valorização não é uma grande característica. Elas freqüentemente contam aos pais quem elas são.

• Elas têm dificuldades com autoridade absoluta sem explicações e escolha.

• Elas simplesmente não farão certas coisas; por exemplo, esperarem quietas é difícil para elas.

• Elas se tornam frustradas com sistemas ritualmente orientados e que não necessitam de pensamento criativo.

• Elas freqüentemente encontram uma melhor maneira de fazer as coisas, tanto em casa como na escola, o que as fazem parecer como questionadores de sistema (inconformistas com qualquer sistema).

• Elas parecem anti-sociais a menos que estejam com outras do mesmo tipo. Se não existem outras crianças com o nível de consciência semelhante em volta, elas freqüentemente se tornam introvertidas, sentindo-se como se ninguém as entendesse. A escola é freqüentemente difícil para elas do ponto de vista social.

• Elas não responderão à pressão por culpa do tipo: "Espere até seu pai chegar e descobrir o que você fez".

• Elas não são tímidas em fazer você perceber o que elas precisam.O termo "Crianças Índigo" vem da cor da aura dessas crianças ."
 
Os pais tem um papel fundamental e importantíssimo na vida dessas crianças, pois são eles os guias e pontos emocionais dos quais elas necessitam para se sentirem seguras e bem., por isso o valor inestimável à conversa, o diálogo aberto, os diferentes caminhos a serem mostrados, a tranquilidade, paciência com personalidades complexas e irredutíveis até que se mostrem o contrário, honestidade e respeito; são essenciais na vida familiar.

Os autores do livro não traduzido ainda poro português " "The Indigo Children" ( Lee Carroll e Jan Tober), listam essas caracteríticas pra você observar se a sua criança é um Indigo:
• Tem alta sensibilidade

• Tem excessivo montante de energia
• Distrai-se facilmente ou tem baixo poder de concentração
• Requer emocionalmente estabilidade e segurança de adultos em volta dela
• Resiste à autoridade se não for democraticamente orientada
• Possui maneiras preferenciais no aprendizado, particularmente na leitura e matemática
• Podem se tornar frustrados facilmente porque têm grandes idéias, mas uma falta de recursos ou pessoas para assistirem pode comprometer o objetivo final
• Aprendem através do nível de explicação, resistindo à memorização mecânica ou serem simplesmente ouvintes.
• Não conseguem ficar quietas ou sentadas, a menos que estejam envolvidas em alguma coisa do seu interesse
• São muito compassivas; têm muitos medos tais como a morte e a perda dos amados
• Se elas experimentarem muito cedo decepção ou falha, podem desistir e desenvolver um bloqueio permanente.

Pra o post não ficar muito grande, ENTRE AQUI e entenda os diferentes tipos de Indigos: Humanista, Artista, Conceitual e Interdimensional.


Se eu tiver mais coisas, vou postar aqui, vi que agradou!!!

3 comentários:

A menor casa da rua. disse...

Olá, estamos com uma promoção bem legal no nosso blog, dê uma passada lá para saber mais...

amenorcasadarua.blogspot.com

Gi poderosa disse...

Nossa flor vc leu meus pensamentos kkk
estava procurando informações sobre estas crianças, vou ler tudo e depois venho comentar de novo..
bjão

tchan tchan tchan tchannnn disse...

Olá, juliana!
gostei do teu texto! é a primeira vez que venho ao teu blog e virei mais!
eu pesquiso na internet tudo sobre maternidade e filhos, e apesar de ter um livro sobre crianças indigo, ainda nao escrevi sobre o assunto no meu blog. também li teu texto sobre aborto e estou justamente estudando bioética...rs
posso sentar à mesa, também?
bjs