sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Um Brinde Às Diferenças!

Com as minhas últimas postagens, percebi o quanto podemos ser diferentes e mesmo assim, viver bem. É só respeitar! Foi muito satisfatória a aceitação do post sobre religiões, fiquei muito feliz, não esperava tantos comentários!

O respeito em qualquer que seja a relação, deve vir em primeiro lugar. "Antes do amor Ju?" eu acho. Existem pessoas que amam, mas que por falta de um pouco de respeito perdem a compostura, perdem a confiança, perdem a pessoa amada. Quando você respeita, você sabe que existe uma linha limitando suas críticas e suas palavras, respeitando o direito da outra pessoa. E existem pessoas que já não se amam mais e convivem perfeitamente bem pois se respeitam.


Se o mundo soubesse o valor real desse sentimento... As guerras não seriam nada mais que crianças brincando de bexigas de água no quintal de casa...
E pensar que muitas das gguerras no mundo, foram causadas pela diversidades religiosas... Porque não respeitar a maneira de um povo imaginar seu Deus, de cultuar seus deuses... Porque achamos que devemos nos igualar a tudo?? Se fosse assim, as conversas seriam rasas e fracas, o bom é quando muitas opiniões surgem, idéias se misturam e formam novas ideologias!
Como é bom sentar num almoço em casa mesmo e discutir sobre os assuntos do dia, um ajudando o outro a enxergar aquela determinada situação de outra forma!!

Oque você dirá a seu filho, quando ele perguntar "mãe, porque ele é assim?" Você vai saber explicar a uma criança sobre a sindrome de down? Vai saber explicar que ele é igual a todos,diferente como qualquer um, apenas com toque especial a ser delicadamente respeitado?

Uma vez ouvi minha irmã na época com uns 4 anos, me perguntar porque o mendigo não dormia na casa dele e porque ele não gostava de tomar banho por viver sujo...! E aí?
Quando uma criança parda inocentemente, se pergunta porque existem crianças de outras cores... como explicar sem romper o respeito pelas raças? Comecem a fazer discursos no espelho, suas crianças precisam de respostas claras, limpas e honestas; precisam aprender desde cedo a respeitar.
A começar pela simples pergunta: O que faz de alguém, um branco? A cor? Mas e seus pais, avós, bisavós...todos eram brancos? Mas e lá na época da colonização, houve uma mistura absurda de raças. podemos mesmo, nos considerarmos brancos? Podemos ainda criticar alguém por ser negro? Acho que nenhum brasileiro é exatamente branco. No nosso sangue tem indío, negro com uma pitadinha só de branco. Brasileiro deveria ser uma raça!
Nós somos diferentes mas igualmente humanos!

Sejamos diferentes, deixemos a igualdade ser o respeito de ir e vir; de ser ou deixar de ser.

Beijos!!!!!!!

6 comentários:

Carol Garcia disse...

concordo, concordo e concordo.
ótimo post!
bjo

Ale Ribeiro disse...

Está certíssima!! O respeito tem que vim e primeiro lugar sim, e antes até mesmo do amor, porque só amor, sem respeito, não dura.
É engraçado como ainda existe preconceitos quanto a crença, cor, opção sexual e tantas outras ... O ser humano evolui, mais a cabeça parece que fica lá atras, não evolui acompanhando os anos!
Eu sou branquela, meu marido é moreno escuro (perto dele fico transparente e ele perto de mim, negro!), olha que mistura boa! Lá em casa nao rola preconceito e acho otimo, porque nossos filhos ja terao em casa um exemplo de que preconceito nao tem logica!
Adorei o post!
Um BeijOO

Bia disse...

Ihh, o bichinho da polêmica picou a Ju essa semana! rsrs. =)

Brincadeiras à parte, concordo com todos os post, da política e esse. Tb não transferi meu titulo e nao vou votar..

Sobre o twitter, ainda estou resistindo, vamos ver até quando.. huahaua

Beijoo

Ana - Viajar é tudibom! disse...

Oi Ju! Acho que cada um no seu cada um! Sacou?! hehehe
Vc está certíssima em afirmar que o respeito deve estar em primeiro lugar, vc sabe que eu até nunca tinha parado para pensar nisso - nooossa, adorei o post e a forma que vc escreveu!
Sem respeito o amor não dura, um exemplo claro é o matrimonio, sem respeito a coisa não evolui!

Bjoquinhas e um findi mara!!!
Ana
www.anaeguto.blogspot.com

Juliana disse...

Você está certíssima. O respeito tem que vir sempre primeiro. Pois não se consegue amar, aquilo que não se respeita. Minha pequena tem três aninhos, mas já estou ensinando a ela que todos somos diferentes, e isso é que é legal. Se todos fôssemos iguais, seria mesmo muito chato, né não?
Beijos!!

Aline e Júlia disse...

o respeito deve vir antes sim! pois ai td ficva melhor cada um no seu quadrado respeitando uns aos outros!
explicar estas coisas para cças é dificil né, julia tem bonecas negras
compro para que se acostume que existem outras cores, e ela gosta igual! mas nãoé facil explicar certas coisas quando perguntam né.. mas com respeito consguimos muito sem duvida!

bjus e aparece la nos visitar!