quinta-feira, 8 de abril de 2010

Carol

Ela tem que ter um post, é uma figura.

Antes de tudo, resolvi colocar as fotos de Clara aqui pois bloqueei as fotos, ficando impedido de copiá-las, só falta bloquear o botão esquerdo do mouse; se alguém souber do script que faz isso, me avisa!!!


Pois bem. Carol é irmã da minha vizinha. Não conheço ninguém da minha rua, até porque só tem fofoqueiro - outro dia eu estava indo à farmácia e uma vizinha lá de longe, começou a puxar assunto e me pediu 10 reais emprestados...(???) - então que Carol morava com as duas irmãs que dividem o aluguel desde que vieram de Parintins há alguns anos. Ela veio morar com as irmãs quando tinha 7 anos pois a mãe batia muito nela. Hoje com 18, era praticamente a empregada e babá; cuidava da casa e dos dois sobrinhos pequenos. Sempre que passava com Clara, ela vinha falar com ela, queria brincar, era uma verdadeira menina. Sempre brincava com Clara através do portão e as duas se davam bem, tanto que chamei uma vez Carol e seu sobrinho da idade da Clara, para virem aqui e brincaram a tarde toda.

Em dezembro eu tava no meio da minha loucura aqui em casa, fazendo tudo sozinha e cuidando da Clara, tudo isso consumia meu tempo por inteiro e eu implorando pra alguém cair do céu e pedir pra ficar aqui e me ajudar. Cuidado com o que deseja...rsrs
Um dia desses de desespero, pedi tanto que Carol bate na porta de casa, pedindo pra conversar, então deixei entrar.
Ela explicou que estava indo embora de volta pra Parintins porque a irmã não queria mais ela, andavam brigando demais. Perguntei o motivo e ela falou que a irmã é muito grossa - eu é que escuto os berros daqui - que ela tinha obrigação de acordar às 5 da manhã pra começar a arrumar tudo e sabe lá Deus a hora que ia dormir. Aí perguntou se eu não queria que ela ficasse aqui em casa, porque ela queria trabalhar e continuar estudando aqui em Manaus. Falei qeu eu não poderia naquela época, porque um salário era demais e etc. Ela simplesmente me respondeu que a irmã NUNCA deu nenhum dinheiro pra ela, a não ser pra ônibus e me pediu qualquer dinheiro, desde que ela pudesse comprar coisinhas pra ela, 30 reais por semana estava bom...
Aí eu quase ri de tão nervosa né..tinha acabado de pedir a Deus alguém pra me ajudar e no mesmo dia ele me dá uma luzinha...rsrs

E ela veio morar aqui em janeiro, num quarto com banheiro lá atrás, lá ela tem uma cama boa, uma estante, mesinha, demos um ventilador e ela adorou tudo aquilo. Eu ainda não me conformo com o valor que ela recebe, mas vai aumentar de acordo com o que pudermos. Pelo menos tem comida boa, água, luz, coisas de higiene tudo por minha conta, o dinheiro dela é só mesmo pra ela gastar com oque quiser. Pedi pra ela fazer uma conta poupança e como ela não tem como comprovar nada, ela fez uma da caixa que não precisa de nada. Tá guardando o dinheirinho dela na poupança, ela ficou toda feliz porque pôde dar um presente aos sobrinhos...Tá gostando.

Pois bem...adotei uma menina, é assim que vejo as vezes. Sabe aquelas pessoas que parecem que não tem alguém pra cuidar, educar ou simplesmetne dizer os caminhos a seguir? É assim ela. As irmãs nunca ensinaram nada, apenas prendiam em casa pra evitar qualquer "perigo" mas nunca explicaram quais.

Carol é uma comédia.
Parece que ela e Clara as vezes tem a mesma idade. As vezes ela tá passando roupa e CLara vai assistir Xuxa, Carol para e fica rindo olhando e cantando, depois quer  dançar com Clara..
-Carol?! Bebesse foi? Mulher tome juízo, uma futura advogada dançando Txutxucão!!
O sonho dela é ser advogada... Tudo bem qeu ela fala "lificador" em vez de liquidificador; que fala "pro mode" em vez de "porque"....Essa eu nunca entendi, eu só escutava nos interiores lá do nordeste. Tudo bem que ela odeia ler e detesta história, mas ela quer ser advogada, então eu incentivo. Disse que se ela no bimestre tirar média 8 na escola ela ganha um dindim a mais. Dei uns livros de português pra ela ler, ensinei a falar liquidificador e que "menas, seje e esteje" não existem, "menos, seja e esteja" são invariáveis.
Ela aprende rindo e acha um máximo aprender.
É incrivel como ela ainda me chama de Julia desde que veio pra cá..
*
- Carol fala liquidificador..
-ai d. Julia..
-Carol!!!!!!!! Pela caridade, pelamordedeus, meu nome é Juliana!!!!!!!!!!!!!!!
-hihihihihi...desculpa, é que é quase a mesma coisa!
-tá agora fale.
-lidifi...lidi...liqui...liquidificador!!!
*
-Carol vá trocar esse cinto..
-Mas num tô de cinto..
-era melhor se estivesse, porque essa saia é um cinto!!!!!
-tá bom..é porque eu só tenho roupa curta, diziam que era pra mostrar oq a pessoa tem de melhor..
-tá ki parí Carol... é isso que você tem de melhor?? Mulher se oriente...aqui o negócio né bem assim não..
Aí agora ela só veste as bermudas que eu falei e as blusas normais, de gente normal e não os biquinis que ela usava.

Ela agora que está ficando mais bem vestida, porque dei uns trancas nas coisas qu ela tentava usar aqui, então agora ela veste e pergunta se tá bom, até pra ir pra escola e fala que está se sentindo melhor assim e que não leva tanta piada de homem na rua. Deu um monte de roupa antiga e vai comprar novas decentes. Ela percebeu como era vulgar e que não a deixava bonita...e que beleza é outra coisa.

Ainda tem muito o que aprender, mas se ela quiser aprender, estou disposta a ensinar, mas também se não quiser, pega o beco pra mamy, Flor!

-Carol, você lavou aqueles paninhos de mão?
-E é pra lavar?
-...quando as coisas estão sujas a gente lava, elas não se limpam só..
-hihihi..é mesmo né..vou lá lavar..
-%@#%$#¨$%&%¨*¨!!!!!!!!!

14 comentários:

Miguel...Presente de Deus disse...

Poxa lutadora a Carol,gosto dela,parece uma menina simples e de bom coração. Torço por ela.
beijão
Carla e Miguel

Ale Ribeiro disse...

KKkk ai ai essa carol é uma figuraa!!! Mais parece ser super gente boa ! BjaO

Nina disse...

KKKK COMEDIA!!!ADOTOU MESMO UMA FILHA.. MAS É BOM ENSINAR ALGUMA COISAS ALGUEM E VER COMO VC PODE AJUDAR...

BJOS

Dora disse...

Bolei de rir Julia,kkkkkkk...e ao mesmo tempo me vi nesse post, não eu necessariamente, mas minha parentada, a unica diferança que eles não querem melhorar, em NADA, dizem que se orgulham do que são, q não precisam de mais nada, qd um adoece quem eles chamam??? Para pegar no onibus-levar no medico-comprar remedio-deixa de volta no onibus ai no final quando ja estou embracando as malas de volta, minha irma vira pra mim e diz, af num sei o que tu faz aqui nessa terra tão quente, Deus q me livre...eu digo traste se num fosse eu vcs iriam fazer o q na precisão, prefiro rir viu.......em suma tomara q Deus conserve Carol assim, desejando aprender, mudar para melhor e parabéns por vc ter acolhido e ensinar para ela novos caminhos, assim ela terá mt chances na vida, parabéns JULIA, rsrsrsrs

Dora disse...

ah...tu falou "bebesse foi" lembrou-me de uma grande amiga lá de Natal, parece tô vendo ela falar,kkkkkkkkkk

Adriana disse...

heheheheh.....que comédia essa Carol hein Julia? ops, Juliana! kkkkk

Mas, enfim, vc paga 30 reais por semana pra ela???????? o dia que tu não quiser mais a mulher manda pra cá, por favor!! kkkkkkkk

bjssssssss

Valquíria disse...

Acho que Deus mandou vc para o caminho dela e ela para o seu, pois ambas estavam precisando!!!E que bom que vc a trata bem, a ensina o bom caminho e boas maneiras, ela é tão carente de tudo...Parabéns pela boa ação!!!beijos
Val e Gui

Alê disse...

Apesar de rir muito não posso deixar de dizer que te admiro ainda mais pela atitude que teve em relação à CArol... Ela poderia ter tido um destino bem diferente e vc mudou o curso da história dela... Parabéns D. JUlia.... lkkkkkkkk

Clara disse...

Ai Ju saudades estou das minhas amiguinhs virtuais de saber como estão mas continuo sem net, estou bem rapidinho passando pra dizer que clara esta cada dia mais linda !! e quando normalizar voltarei com mais frequencia...beijos grandes

Motivo Para Sorrir disse...

Depois volto pra ler seu enooooorme post rsrsrs eu sei como bloquear. Tentei mostrar aqui mas não certo, mas é só você ir no site www.templatesedesingns.blogspot.com
que têm as dicas lá, aliás várias, boas.

http://templatesedesigns.blogspot.com/2005/12/retirar-o-link-das-imagens-carregadas.html
Beijos

Su e Sara

Priscila Sant'Anna disse...

jú!

Eu já tinha ouvido de tudo sobre o que não comer na semana santa, mas nunca tinha escutado essa de não fazer nada.....hahahhahahhahha! Foi demais, né? Se a gente não fizer, quem vai fazer?????

E quando ouço esse tipo de coisa lembro de quando Jesus falou para alguns homens a respeito de um animal que tinha caído em um buraco e os homens não queriam tirá-lo pq era sábado...e não era dia de trabalhar? E Jesus disse: o que é mais importante, o sábado ou o animal viver? Foi mais ou menos assim.

A mesma coisa quem não come nada de carne vermelha na sexta-feira santa, mas nos outros dias nem lembra de nada, do siginficado das coisas.

Por isso que sempre digo, o importante é o que tá no coração..sempre..!!!!

E que lindas as fotos dos teus maninhos com a Clarinha!

Jú, adorei o comentário lá no blog. Menina realmente não é fácil lidar com os chiliques. Eu confesso que tenho mesmo paciência, mas quando eu fico brava com Bia ela chora pra valer pq sabe que é sério. Tem dias tbém que dá vontade de eu fazer o chilique no lugar dela, pq a gente sofre com algumas reações inesperadas. Mas no meio das birras vai surgindo a solução...não é fácil não..mas a gente consegue Jú!

Beijãozão!

Pri e Bia

Bia disse...

Hahaha, essa Carol deve ser uma segunda filha.. tô só imaginando essa guria advogada! Mas tem que incentivar mesmo, quem sabe, né?

Beijoo

Danny disse...

Muito engraçado esse post, rs!
Carol teve sorte de te encontrar pela frente, espero que sempre saiba reconhecer.
Eu também tenho uma Carol que cuida da Nathalia, ela é minha prima e fica com a Nathalia quando ela chega da creche até a hora que eu chego.
Essas Carols são bençãos nas nossas vidas!
Bjs e bom final de semana!

Dri disse...

Oi querida! Que legal tu ter adotado de coração uma pessoa que além de cuidado precisa de CARINHO. Muito bonito da sua parte.

Beijinhos.