terça-feira, 10 de novembro de 2009

Helena e Renata

Oi meninas! Estou ausente pois Clara está gripadinha, nada demais, nem febre, mas anda mais grudada em mim e aí já viu. E o papai dela está desde sábado aqui em casa conosco, então aproveito para passear bem muito e curtir mais os dois.
Ah!!A novidade é que em pouco tempo serei habilitada!! EStarei dirigindo por essas ruas de Manaus muito loucas e estressantes! Já dei entrada lá no Detran e fiz os exames na clínica ( assunto pra um post muito cômico). Mais um passo dado...!
*****
Como disse na pesquisa feita há dois posts, pedi para a Renata fazer um post sobre a rotina do sono da Helena, como ela conseguiu fazer com que a pequena aprendesse a dormir sozinha e hoje vai pra caminha sem ninguém e dorme até de manhã. Quem não gostaria de noites maravilhosas assim?? Pois bem, aqui vai o relato da Renata. Só não consegui postar os vídeos, mas podem ser vistos no blog dela http://bebebermudezkonzen.blogspot.com/.
Beijos!!!!

"Oi gente!


A pedido da minha amiga Jú, resolvi organizar as minhas idéias sobre o estabelecimento das rotinas das crianças e contar o meu caminho das pedras. Quero dizer antes de mais nada, que essas técnicas funcionaram comigo e com a Helena, mas não estou afirmando que vá funcionar para todos. Como mãe de primeira viagem, não me sinto preparada para me intitular uma especialista, mas acredito que para fazer qualquer coisa na vida, é necessário ter formação e preparo. Assim sendo, me muni do máximo de informações possível e de diferentes técnicas para ver o que se encaixava melhor no meu perfil de educação e o que funcionava melhor com a Helena.Realmente acho que na criação dos filhos, muita coisa a gente sente que já sabe quando eles nascem. No entano, não acredito que isso seja suficiente. Existem pessoas que vivem de estudar o comportamento das crianças e que estão aí para nos ajudar com livros, programas de tv, etc...
Mas vamos ao que interessa:

Todo o "adestramento" da Helena começou quando eu vi que não aguentaria mais niná-la por mais de uma hora cada vez que ia colocá-la na cama e suportá-la com mau humor constante quando queríamos sair para passear, por exemplo.


Usei uma técnica que se baseia no estabelecimento de uma rotina de alimentação, atividades e sono. É assim:


Todas as vezes que a criança acorda, os pais devem alimentá-la. No caso da Helena eu dava o peito. Depois de alimentada, a criança deve se envolver em alguma atividade até que dê sinais de cansaço, como irritabilidade.

Quando isso acontece, a mãe (ou pai) deve, sem dar peito ou mamá, colocar a criança na cama (ou berço) para dormir, sem niná-la*. No começo ela reclama bastante, pois não sabe dormir sozinha. Quando ninamos, amamentamos ou cantamos para os bebês (ou os colocamos em um carro para dar uma voltinha), na verdade o que fazemos é "enganá-los" para que durmam sem perceber. O que acontece, no entanto, é que quando eles acordam durante a noite (como todos nós acordamos), estão num lugar diferente (do colinho da mamãe) e não sabem voltar a dormir sozinhos. Então lá vem a mamãe começar tudo de novo.

* No caso de crianças amamentadas, fica mais fácil se for o papai, pois o bebê não vai associá-lo à alimentação.
Nas primeiras vezes não é muito fácil (na verdade fiquei com o coração partido e a ponto de desistir). A criança chora pois está com aquele mal-estar de sono e não sabe o que fazer. Os pais tem então duas opções: deixar a criança chorar por até 15 minutos, entrar no quarto, acalmá-la no berço e sair de novo - repetindo até ela dormir; ou pegá-la no colo, acalmá-la (sem ninar) e colocá-la no berço ainda acordada - também são necessárias várias repetições.
No terceiro dia, coloquei a Helena no berço e ela dormiu sem chorar!!! Fiquei maravilhada!!!!
Aí vai um videozinho dela dormindo sozinha em setembro do ano passado, logo depois que eu ensinei, quando ela tinha apenas 3 meses. É um pouco longo mas o interessante é ver como ela vai se acalmando aos poucos até pegar no sono.
Se você for seguindo os sinais do seu filho, sempre seguindo a ordem correta (alimentação-atividade-sono), aos poucos a rotina vai se estabelecendo naturalmente. A da Helena ficou assim no começo:

1° Ciclo
08:00 amamentação
Brincadeiras
10:00 soninho

2° Ciclo
12:00 amamentação
Banho
Brincadeiras
14:00 soninho

3° Ciclo
16:00 amamentação
Brincadeiras
Aqui eu esticava um pouquinho mais para ela ter mais soninho a noite
Banho

4° Ciclo (hora de dormir)
20:00 amamentação e berço
22:00 ela mamava mai uma vez dormindo, eu trocava a fralda e colocava de volta para o resto da noite

Para acabar com as mamadas da noite, eu fui aos poucos estendendos os períodos. Se ela acordava às 3:00, eu enrolava ela até 03:30 (mais uma vez era mais fácil quando o papai ajudava) quando ela acostumava, eu empurrava mais meia hora... vale cantar, brincar, arrumar qualquer outra distração.
Depois que o bebê aprende a dormir sozinho a mamãe tem que aprender a se controlar. Quando ele acorda no meio da noite, espere um pouquinho para atender. Em geral, em até 5 minutos, a Helena voltava a dormir sozinha sem eu nem entrar no quarto dela.

Quando não era possível manter a rotina, eu sempre mantinha a estrutura, ou seja, eu mudava os horários mas não a ordem das coisas. A criança assim fica muito mais calma pois ela sabe o que vai acontecer e não fica tentando advinhar. Imagine-se em um mundo completamente novo, sem ter a menor noção da próxima coisa que vai acontecer. Como você se sentiria? E se alguém te desse o roteiro de algumas atividades fixas? Não seria melhor? Essa é a idéia.


Nos períodos de doenças e dentinhos, a coisa é diferente. Às vezes dou mamá no meio da noite (pois ela ficou sem comer direito durante o dia), pego no colo para acalmar, etc. Mas o importante é que assim que ela fica boa, tudo volta ao normal (com uns dois dias de reclamação e dengo - hehehehehe).
O mesmo acontece quando saímos de férias para casa dos parentes. Eu escrevo a rotina dela em um papel e prendo na geladeira. Na casa da minha mãe (onde ficamos) todos são ótimos e seguem direitinho (dentro do possível, é claro). Mas quando é preciso, saímos do esquema para curtimos os passeios. O importante é que quando voltamos para casa, ela entra de novo no esquema no mesmo dia. Assim ela percebe que quando ela está aqui é assim, independente de como é na casa dos avós ou tios.

Rotina atual:
Hoje a Helena já dorme em sua própria caminha, e já frequenta a escolinha em meio período. A rotina dela continua muito bem estruturada, embora diferente com a introdução da alimentação e com a adaptação aos horários da escola. Agora está assim.

07:00 Mamá (leite de caixinha)
Brincadeiras
09:00 Suquinho (enquanto assiste ao Cocoricó e Dora a Aventureira na Cultura)
10:00 Soneca
12:00 Almoço
Banho com o papai
Se arrumar para a escola
13:00 Sai para a Escola
15:00 Lanche (na escolinha
16:00 Banho
17:00 Jantar (sopinha)
18:00 Chega em casa e mama
19:00 Vai dormir (agora ela dorme mais cedo porque não dorme na creche)
22:00 Troca de fraldas (senão a noturna não aguenta. Aproveito para por os pijamas porque a essa hora o ar condicionado já deu conta do calor). Nessa ela nem acorda.

Esse segundo vídeo mostra como ela vai para a caminha sozinha. Notem que filmei isto hoje e ela está muito doente - pneumonia - mas mesmo assim, como faz parte de uma rotina consolidada, ela vai sem o menor problema.



Vantagens que eu percebi com esse método:
1) mesmo quando estava amamentando, podia sair, deixar a Helena com alguém pois eu sabia o horário exato que ela iria mamar. Então podia ir ao mercado, fazer as unhas, etc, planejando meu dia pelos horários dela.
2) Helena ficou muito mais independente e se adapta super bem com qualquer um, bem como na escolinha, que ela adora. Quando eu fiquei doente também foi muito fácil. Chamo uma das vizinhas para ficar com ela se preciso ir à emergência e se não posso cuidar dela, meu marido a deixa na creche o dia inteiro (ao invés de meio período) e ela nem reclama.
3) Como ela fica tranquila com a rotina, quase nunca está de mau-humor pois não chega a ficar com muita fome nem sono. Muita gente diz que nunca a viu chorar.
4) Eu e o papai temos tempo para nós! Todas as noites ela dorme cedinho e nós jantamos juntos, conversamos tranquilos e todas as quartas a deixamos na creche mais cedinho e saímos para almoçar fora juntinhos... Namoramos um pouquinho, porque ninguém é de ferro, né?

Quem quiser tirar alguma dúvida ou ler um pouquinho mais sobre como faço para tentar criar uma filhota independente, comportada e saudável, é só dar um pulinho no http://bebebermudezkonzen.blogspot.com
Um grande beijo "

10 comentários:

Nanda disse...

Melhoras pra Clarinha, amiga. Aproveita mesmo o maridão.
EU já vi esse post no blog da Re e assim que a Gi tirar a sonequinha da tarde vou ler.
BJão.

Renata disse...

Jú... mandei por email, o link dos vídeos...

Abre o post, vai no lugar onde o vídeo deve ficar e cola (mas antes muda para a aba que diz "editar HTML"...

Aí vai funcionar!!!

Beijoka

Márcia disse...

li cada paragrafo. rsrs
é bem para o meu caso.
rsrs

Anônimo disse...

Este é o método do nana nenê.
Ela deveria ter dito a fonte pois aí quem quiser compra o livro.

Anônimo disse...

Este é o método do nana nenê.
Ela deveria ter dito a fonte pois aí quem quiser compra o livro.

Rubia Oliveira Bitencourt disse...

Aii amiga melhoras pra essa divazinha ai viu!!!
beijcoonas

Dany disse...

Ju,
espero que Clareca se recupere rápido!
Bj

Luna disse...

Ju, adorei o post. O sono do Felipe é igual ao da Helena, mas ele que nos ensinou que deveria ser assim. Bem que o papai tentou acostumá-lo a pegar no sono na nossa cama, mas o danadinho é independente e gosta do bercinho dele, rs
Bjinhos e melhoras pra Clarinha!

Bia disse...

Juu, melhoras pra Clareca!! Dê notícias.. =)

Beijinhoss

Ps: Eu, particularmente, não sou muito fã desses métodos de adestramento.. até tentei fazer isso com o Nicolas, mas percebi que pra mim não dava certo.. mas é como a Re disse: deu certo pra ela, não quer dizer q vai dar pra todas as crianças. Cada mãe é uma mãe.. =)

Valquíria disse...

Oi Ju!!!
Melhoras ai pra Clarinha e aproveite para curtir o maridão e a filhotinha esses dias. Parabéns pela habilitação agora vc passa a ser mais independente ainda. Eu dirijo há 6 anos e adoroooo!!!
beijos
Val e Gui