quarta-feira, 11 de março de 2009

Rosa Claro Com Purpurina Colorida


Se eu tivesse que relacionar uma cor a uma mãe, seria essa cor. Rosa claro com purpurina colorida.
O rosa claro é o amor maternal, amor tranquilo, verdadeiro e puro. Incondicional, constante e calmo. Está presente nos momentos onde amamentamos nosso bebê, alisamos seu cabelinho ao vê-lo dormir, encostamos nosso rosto na pele tão suave e delicada do nosso anjinho. É uma cor do amor materno, é sublime.
A purpurina deixa intenso e radiante todos os sentimentos que se misturam quando ouvimos o primeiro chorinho do nosso filho, que ficou tanto tempo dentro de nós, nos fazendo única e exclusiva platéia de seu show de chutes e soluços, e logo apresenta-se ao mundo, mas sem deixar de estar dentro de nós; no coração.
Purpurina colorida... Todas as cores tem suas vibrações, suas emoções e nos fazem lembrar de algum sentimento que está ligado a um fato ou acontecimento. Na maternidade todas as cores estão todos os dias presentes no nosso dia. Até mesmo o preto que pra mim traduz cansaço, estresse que por vezes, sem querer invadem nossa alma, deixando tenso nosso rosto. Sim, as mães também se irritam e choram. As mães também tem o direito de sentir raiva, irritabilidade, impaciência e exaustão. Mas isso não significa que o amor caia ou estacione. Somos feitos de energia e toda energia oscila. Mas o preto logo fica amarelo quando olhamos pra o rostinho iluminado que esbanja sorriso e um olhar inocente e doce! Transforma qualquer cor. O verde aparece nas horas em que me pego pensando no futuro, na esperança que tenho de um mundo menos louco onde Clara possa fazer a parte dela em não contribuir para o fracasso do ser humano. Laranja me lembra as tardes que fico com ela na varanda olhando o pôr do sol, misturado com o azul lindo e calmo que o céu exibe com seus algodões brancos e que transmitem paz!
Momentos coloridos e brilhantes, momentos impressos em um caderno de pintar, com todas as cores presentes e cheios de purpurinas para dar um toque de brilho;um toque de vida.
Momentos e sentimentos variados e únicos vividos dia após dia por toda a nossa vida.
Mesmo que o mundo não ofereça mais cores vivas, mesmo que as pessoas sejam ausentes de cores, mesmo que seja difícil enxergar beleza nas coisas incolores, façamos de nossas palavras pincéis que iluminem o mundo da cor mais bela: a cor da vida!

7 comentários:

Márcia disse...

adorei.
ainda mais com este campo de tulipas maravilhosos que nos enchem a alma so de olhar.
Eu já tenho a cor malva sabe? aquele lilas clarinho??? acho que é a cor que escolheria. Imagino um campo de lavanda, com aquele cheirinho tipico, que transmite calma, paciencia, amor, beleza.
beijinho

Juliana disse...

Ai amiga...tái uma cor que lembra minha infância!! Acho que por eu associar a cor malva com lavanda, lembro muito do colinho da minha vó...tranquilo e aconchegante.Então essa cor ficará sendo pra mim, a cor da minha infância!!Adoreiii...!
Beijinhosssss

Mamãe da Duda disse...

Obrigado por deixar meu dia mais colorido. Confesso que essa semana ando meio nervosa, pois está faltando muita coisa pra chegada da Duda e ainda por cima estou procurando casa pra me mudar e já estou com 31 semanas ai já viu né? Mas as suas palavras sempre me trazem paz...
Obrigado viu!!!!
Beijos!!!
Elen e Duda
PS: Tulipa é a minha flor favorita e eu tenho um amor tão grande por elas...

Dora disse...

eu sou uma big fãn das cores, pq dependendo delas a gente até muda por fora :)

Adriana disse...

Adorei o blogger! vou passar por aqui tb agora!
O texto foi muito apropriado, andei na cor "preta" por esses dias, mas já está tudo ficando colorido novamente :)
bjs

*LIH* disse...

Ai que texto lindo!!

Eu amei, parabéns!

Nanda disse...

Muito lindo este texto!!!
Parabéns!!!!!