segunda-feira, 30 de março de 2009

Quando Soube de Você...

Eu tinha um outro blog antes, era mais "jornalístico" do que pessoal, digamos assim rsrsrsrsrs.
Fiz esse texto quando descobri que estava grávida, ja te amava muito filha!


***********

Estou à caminho da maior descoberta do mundo: a do amor incondicional.
Pode o mundo cair, pode chover ou fazer sol, pode dar trovoadas e raios, mas não há nada que me faça aparecer qualquer ruga de tristeza ou de raiva. O sorriso tomou conta não só do meu rosto, mas do meu espírito; está impregnado na minha essência. Sentimentos muito diferentes estão vindo, todos de uma vez ficando difícil de saber o que sinto em cada momento! Só sei que são bons e que me trazem um combustível renovando minhas forças e meus ânimos. É incrível!
O sol está mais lindo quando acordo, seus raios parecem estar mais brilhantes e não vejo aquelas nuvens no céu!!"Estão lá é? Nem notei..." A noite parece silenciosa e calma, com purpurina no lugar de estrelas e um diamante no lugar da lua! De repente, não estou só. E me pego assim agora: Falando com a minha barriga, conversando com alguém dormindo lá dentro e falando essas coisas não comuns.
Quero devorar livros, quero trabalhar muito, quero ser mais do que sou e do que posso ser. Agora, tem alguém que dependerá de mim pro resto da vida. Tenho que levar o guarda-chuva mesmo se não for chover; porque agora pode chover e ele não pode se molhar. Tenho que usar o protetor solar mesmo que não tenha tanto sol, porque ele tem que aprender que a pele adoece com os raios ultra-violetas. Não posso ter medo de trovões porque ele tem que saber que isso faz parte da natureza, mas minha cama estará quentinha caso ele tenha medo. Não posso chorar tanto, porque ele vai precisar do meu sorriso para parar de chorar e nem vou poder dormir tanto, porque ele precisará de mim acordada se o bicho-papão vier. Acredito no Coelhinho da páscoa, em Papai Noel e na Fada dos Dentes e que se cavar muito fundo ele cai no Japão.
Ser mãe é renúncia, é abrigar, é lutar, é ser forte e é amar incondicionalmente.
Que Papai do céu me ajude a ser assim.

4 comentários:

Dany morais disse...

ai amiga poeta!
que lindo o que vc escreveu!
lindo mesmo!!!!
vc...como sempre me surpreendendo com suas palavras!
bjooooo linda

Márcia disse...

arrepiei!
Ju, porque vc não tenta escrever um livro? Leva muito jeito com as palavras.
tem mais textos??? se tiver compartilha com a gente.
beijo grande

Adriana disse...

Lindo, fiquei emocionada. E tenho certeza de que agora, se voce olhar pra trás, é tudo isso que vc escreveu e muito, muito mais!
bjs em vcs!

Marielen mamãe da Maya disse...

Desse eu me lembro bem! Quando li no seu outro blog eu tinha acabado de descobri minha gravidez, e pensei comigo: Meus Deus, é exatamente assim que me sinto!
Desde então sou leitora assídua do seus blogs. Não comentava pois entrava na internet sempre com pressa pois não era em minha casa.
Continue nos presenteando com seus maravilhosos textos!
Amoooo!
Beijão!